sábado, 24 de dezembro de 2011

FELIZ NATAL

bordado feito há aproximadamente 20 anos 

Vamos celebrar a vida! E valorizar  todos as coisas por mais simples que sejam.
Mais importante do que os presentes recebidos,  são os sentimentos compartilhados: o amor, a união e a esperança.

Que todos os amigos, visitantes e seguidores tenham um lindo Natal.
Abraços

sábado, 17 de dezembro de 2011

CHRISTMAS STOCKINGS - Meias de Natal

Dois UFOs  sairam do bau! Eba!!!

Há alguns anos atrás bordei alguns barradinhos para fazer enfeites de Natal. 
Trabalhos da revista Cross-Stitch CHRISTMAS de 1991. 
Aliás tenho que contar um detalhe, foi essa revista que realmente fez com que eu me apaixonasse por Ponto Cruz. Embora eu já bordasse, sentia que faltava alguma coisa, os gráficos até então me pareciam muito simplórios.  
Na época os filhos eram pequenos, na verdade, a Dani ainda era uma bebe, eu quase não mexia com a máquina de costura  e os barradinhos ficaram guardados para um dia  eu montar as mini meias.
Esta semana arrumando meus tecidinhos encontrei um pré estampado  com meias de Natal, fui procurar os barradinhos e num piscar de olhos os enfeites  ficaram prontos.
Tudo bem que os filhos não são mais crianças, mas como sempre coloco as meias na lareira este ano finalmente temos 4.
Fiz um dos lados com aproveitamento de retalhos de tecidos de Natal, que sobraram dos blocos Xmas String Blocks, que comecei a fazer em 2007 e sobre os quais já comentei nesta postagem: 1º Quiltathon
Na montagem não usei manta acrílica apenas um tecido de forro e fui costurando os retalhinhos com a técnica Foundation. 
Para o Danilo coloquei um retalho com tecido de estampa de notas musicais na continuação do barrado e para a Daniela um tecido com estrelas vermelhas.
Pendurei na lareira com o nome deles virado para trás para ser uma surpresa quando eles verem.
Como foram acampar, não sei qual vai ser a reação deles, mas acho que vão gostar. 
Dentro escrevi com canetinha de tinta permanente:
Natal ' 2011 - Feito com Amor por Ivani
E assim unindo Ponto Cruz com Patchwork estou terminando o ano com 2 UFO's a menos no baú e achei que o resultado ficou muito legal. Gostaram?

Sobre as meias de Natal: conta a lenda que em Patras, cidade onde nasceu São Nicolau, havia três irmãs cujo pai não possuía dote para casar as filhas. O pai, então,  decidiu, segundo o costume da época, vendê-las à medida que chegava a idade de casá-las. São Nicolau ficou sabendo do que acontecia e, de noite, aproximou-se às escondidas da janela da cozinha da casa onde morava a família,  e vendo uma meia pendurada a secar junto à lareira sob a chaminé, jogou dentro uma bolsa cheia de moedas de ouro. A mesma coisa fez com a segunda moça. O pai, admirado, quis descobrir o que estava acontecendo, e, quando chegou a vez da terceira filha, ficou espiando durante toda a noite. Dessa maneira reconheceu o bispo Nicolau e contou a todo o mundo sobre sua generosidade. 
Esta lenda deu origem à  fama de ser  São Nicolau o Papai Noel.
A tradição de colocar os sapatinhos na janela ou pendurar as meias próximo a lareira parece ter começado na Holanda e Portugal e se espalhado por toda Europa, embora seja  tradição nos Estados Unidos desde o início do século19. E hoje é costume em muitos países ao redor do mundo usar  o ornamento,  que deverá ser preenchido na noite de Natal com pequenos presentes. 

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Uma Quilter Surpreendente - DIANE ROSE


Diane Rose nasceu com glaucoma que foi agravando com o passar do tempo. Quando ela tinha por volta de 20 anos ela conseguia perceber  cores,  movimentos e distinguir claro do escuro. Uma semana antes da data agendada para seu transplante de córnea em 1984, ela sofreu um grave acidente  que eliminou toda possibilidade de ela voltar a ver. E à partir daquele momento  até sua visão limitada foi perdida.

Mas Diane Rose diz: “Nunca me digam que não posso fazer algo porque sou cega, esta é a maneira mais rápida para que eu faça”
Ela tem usado esta condição como um meio de motivar as pessoas a usarem seu verdadeiro potencial.

Ela faz palestras motivacionais dentro e fora do contexto do seu ministério, Rose of Sharon Ministery.
"A maneira como eu encaro isso é: se eu posso fazer o que eu faço, sem ver, o quanto você pode fazer?" ela diz.


E há 13 anos ela é uma quilter.
Diane estabeleceu uma meta,  conseguir fazer 500 quilts até 14 de Agosto de 2008, data do 10º Aniversário na atividade de quilter e  ela surpreendeu... Ela já fez mais de  700 colchas, e agora espera conseguir  fazer  1000 colchas até Agosto de 2013, quando comemorá o 15 º aniversário.

Ela faz quilts de todos os tamanhos, até de tamanho king-size: Veja os quilts que Diane Rose tem disponíveis para venda, visite a Galeria dela. 

Personalidades da música country e até mesmo o ex-presidente americano George W. Bush tem uma das colchas feitas por ela pendurada no escritório de seu rancho em Crawford, Texas. Os quilts não só deram a ela uma maneira de sustento, mas também inspiram a todos que conhecem seu trabalho.

Como ela faz quilts?  Sentindo pelo toque, percebendo a diferença de textura dos tecidos

Em suas visitas as cidades ou durante suas palestras e ministérios, o objetivo não é vender seus trabalhos.
"Eu mostro o que eu posso fazer, em face dos obstáculos que a vida colocou em meu caminho,  e que Deus me ajudou a superar", diz Diane,  "Eu não poderia fazê-lo sem ter recebido este talento de Deus.”  "E se Deus pode me ajudar a fazê-lo, Ele pode ajudá-lo também."

"Você pode fazer algo de sua vida ou você pode não fazer nada. Cabe a você decidir."

Dois autores, um americano e um inglês estão incluindo Diane  em seus próximos livros sobre motivação, um dele já escrito e o outro em andamento. Os livros estarão a venda no site dela assim que ficarem prontos.


Que o exemplo de Diane Rose, seja uma inspiração e motivação na vida de toda quilter!

---
Editado 16/12/2011 para acrescentar:
Vejam que legal a mensagem da Diane que recebi:



2011/12/16 Diane Rose




How sweet, praise the lord.
the web site  is theamazingquilter.com and anyone
can e mail or call or pray.
 I am just now getting my passport so I can go
farther now around the world so I for lots of prayer and give each other a
big texas hug blessings, diane rose

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

NATAL ENCANTADO 2011

O Natal Encantado é promovido pela Prefeitura Municipal de Poços e constam da programação diversas apresentações.
A abertura oficial do evento  aconteceu dia 25 de Novembro, fomos até lá para assistir o Concerto de Natal com a Orquestra Sinfônica de Poços de Caldas, que se apresentou na Praça Pedro Sanches em frente ao Palace Hotel, um espetáculo com tradicionais músicas natalinas e sucessos populares e eruditos.

Foram momentos muito agradáveis, ao som de música de ótima qualidade que com certeza encantou a todos, moradores e turistas.

Prestigiamos  amigos que participam da orquestra: o Rodrigo e o Merê, que foi professor de bateria do Danilo e com quem batemos um bom papo após a apresentação.

Tudo de bom!




quinta-feira, 17 de novembro de 2011

BELO MONTE - NÃO!!!

Esta é uma campanha séria, de conscientização da população contra a construção da Usina Hidrelétrica de BELO MONTE no estado do PARÁ.
Este vídeo do Movimento Gota D'Água trás  questionamentos sobre  a construção  da usina. Vale a pena assistir e refletir.

www.movimentogotadagua.com.br
Temos que fazer alguma coisa enquanto ainda dá tempo.
Assine a petição! http://50.57.64.27/assinatura
Divulge!
 "Uma gota move o oceano!"
Belo Monte - NÃO!!!

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

BLOCOS DE PATCHWORK A 4 MÃOS

Alguns acolchoados das crianças de 2012, do Love Quilts Brasil já estão sendo preparados, uma vez que pudemos apresentá-las  com o acolchoado fechado para inscrições por termos blocos bordados com o tema solicitado.  E quando temos jogos de blocos de patch que possam ser usados melhor ainda. Nessa fase verificamos os tecidos disponíveis também para as bordas e forro e que permitam a composição de um conjunto harmonioso.






No caso do Rodrigo, tínhamos blocos bordados e em patch perfeitamente de acordo. A voluntária Maria Apparecida foi muito feliz na escolha dos tecidos e no tipo de bloco. Os 13 blocos de patch que ela enviou caíram como uma luva para o tema do acolchoado do Rodrigo.







Entretanto os blocos precisariam ser refilados e notei que após fazer isso eles ficariam com menos de 30cm. 
Foi preciso então decidir...ou descartava a utilização desse jogo de blocos ou teria que dar um jeito. 
Para o Love Quilts Brasil o ideal é ter blocos que antes de serem costurados no acolchoado meçam 
31,5 X 31,5cm e que então resultem num bloco com 30cm.  
Eu não gosto de mexer nos trabalhos das voluntárias, (já fiz isso algumas vezes, embora não me sinta confortável, pois as voluntárias poderão não gostar ou não entender) mas esse jogo de patch era o ideal para este acolchoado, esta era a melhor opção, então o jeito foi "colocar a mão na massa". 

Colocar uma moldura nos 4 lados, seria uma solução fácil, só a moldura teria que ser estreita ou os blocos originais teriam que ter seus tamanhos drasticamente reduzidos, assim optei  por colocar apenas em 2 dos lados (inferior e lado direito)

Pesquisei nas sobras de tecidos o que poderia ser usado e encontrei alguns retalhos do tecido quadriculado branco e preto que lembra a bandeira utilizada nas corridas de F-1, e que havia sido utilizado anos atrás na montagem do acolchoado do Natanael em 2005, como os retalhos eram realmente pequenos, não eram suficientes para fazer as faixas da moldura, o jeito seria usar um pequeno quadrado e um outro tecido para as molduras horizontal e vertical. Como não tinha aqui tecido azul no tom exato aos dos blocos de patch nem no tom do tecido que será usado nas bordas do acolchoado, acabei escolhendo um tecido, neutro, tontom manchadinho, vermelho.

Fiz o seguinte:
1. blocos originais foram cortados com 26.5 X 26.5cm
2. tecido quadriculado cortado com 6.5 X 6,5cm
3. tecido vermelho cortado com 6,5 X 26.5cm
resultado:

Ficou interessante, não ficou? Espero que a voluntária Maria Apparecida aprove e que o Rodrigo goste. Logo mais o acolchoado dele já estará seguindo para preparação/confecção e em breve esperamos ver um lindo sorriso no rostinho dele, no momento da entrega.
Para termos uma idéia de como o acolchoado do Rodrigo ficará, aqui está o lay-out da montagem do topo central, com os blocos no meu Design Wall:


quinta-feira, 10 de novembro de 2011

18 ANOS DEPOIS...SIMPLY THE BEST

Você já assistiu ao filme SENNA?

            (Trailer Oficial do Filme SENNA)
mais que um documentário é uma explosão de emoções!!
Fez 18 anos que ele ganhou a última corrida, em 5/Novembro/1993, no circuito de Adelayde na Austrália, e até hoje, continua valendo...
SENNA Simplesmente o Melhor!!

domingo, 6 de novembro de 2011

BOLO ALZIRA - CHOCOLATE

Este foi o bolo da tarde de ontem. 
Não me pergunte porque este bolo chama Alzira. 
Uma querida amiga da família  chamava Alzira, ela era a Cozinheira chefe do refeitório da Cia. Melhoramentos, e era expert no forno e no fogão.
Porém esta receita eu encontrei na Enciclopédia do Mestre Cuca. 
De qualquer forma lembrei da saudosa amiga Alzira  e o bolo ficou bem fofinho!


BOLO ALZIRA (CHOCOLATE)


4 ovos
1 1/2 xíc. (chá) de açúcar
2 1/2 xíc. (chá) de farinha de trigo
2 colheres (chá) de fermento
2 1/2 colheres (sopa) de manteiga
1 xíc. (chá) de leite
3 colheres (sopa) de chocolate


Modo de preparo:
Bata as claras em neve.
Bata o açúcar com a manteiga.
Junte as gemas, a farinha, o leite, as claras, o chocolate e o fermento.
Bata tudo muito bem, até que apareçam bolhas em profusão sobre a massa. 
Leve  ao forno em assadeira para assar (preferi fazer na forma con furo no meio).

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

COLCHA DE RETALHOS

HOW TO MAKE AN AMERICAN QUILT é o nome original do filme, baseado em um romance do mesmo nome escrito por Whitney Otto, no Brasil o filme foi lançado com o nome de  COLCHA DE RETALHOS.


Como é um filme de 1995, acredito que a maioria de vocês já o tenha assistido.


Na época que o assisti pela primeira vez, eu ainda não estava tão envolvida com o Patchwork. Considero quase que uma obrigação que todas as pessoas que estão iniciando nesta arte assistam.


Na cultura norte americana os trabalhos de Patchwork e Quilting são super tradicionais. Elas não possuem apenas uma função prática, de aquecer e serem usadas como um elemento decorativo. Mas são principalmente uma expressão de arte doméstica e familiar na qual uma história é contada , passando a ter uma função emocional e afetiva.
Uma colcha de retalhos é muito mais do que simples tecidos unidos por pontos.
Muitas vezes é um trabalho que se torna especial por ter sido feito especialmente para determinada pessoa, por um grupo de amigas, ou de familiares. Como acontece com os Acolchoados de Amor do LOVE QUILTS BRASIL.


Diz a história que foi em meados do século XVII que a arte chegou aos Estados Unidos e Canadá, trazida pelos colonizadores, na época tecido era algo muito precioso e não poderia ser desperdiçado. Outra preciosidade da época eram as linhas e as agulhas que, assim como as técnicas,  eram passadas de mãe para filha.  Por volta de 1850 era tradição que uma moça fizesse 12 colchas antes de poder casar, e a última delas seria com os blocos Double Wedding Ring (Dupla de Alianças) e já seria para seu próprio enxoval.


O filme COLCHA DE RETALHOS,  é um filme feminino, onde os homens, claro, são o tema frequente, mas ocupam um papel coadjuvante.


Enquanto elabora sua tese  a jovem Finn, que  se encontra dividida entre  sua liberdade e se casar com o homem que ama, decide passar 3 meses das férias de verão na casa de sua  avó para, poder refletir sobre seus sentimentos. Na casa da avó Finn revive uma experiência já muito conhecida, desde a infância. Lá estão várias amigas da família, que preparam uma elaborada colcha de retalhos como um tradicional presente de casamento. 
O tema escolhido para a colcha é  “Onde mora o amor”. 


Observe no ínicio do filme a cena que foca o desenrolar de um carretel de linha, fazendo uma comparação entre este procedimento e o desenrolar da história de cada uma das personagens. 
Enquanto elas se reúnem para fazer a colcha,  relembram as histórias marcantes de seus relacionamentos amorosos.
Um filme rico em detalhes,  sutilezas e significados.

Cada bloco que compõe a colcha representa algo especial para quem o está fazendo. O jardim de rosas amarelas, simbolizando o cenário de um grande amor. Um retalho do tecido de um vestido usado em um primeiro encontro amoroso, é usado para representar ondas. A esposa traída faz seu bloco com aplicação de objetos de pintura representando o seu amor, e assim por diante.
No final do filme, sua avó a cobre com a colcha pronta e ao acordar enrolada pela colcha de retalhos, o corvo, que simboliza a garra e a perseverança aparece e a guia até a escolha certa,  seu verdadeiro amor.

Assista ao Trailer:


Ficha Técnica
Título original: (How to Make an American Quilt)
Lançamento:  Outubro 1995 (EUA)
Direção: Jocelyn Moorhouse
Atores: Wyona Ryder, Anne Bancroft, Ellen Burstyn e  Kate Nelligan.
Music: Thomas Newman.
Duração: 116 min
Gênero: Drama


Música Tema: Quilting de Thomas Newman - Muito linda!!!

sábado, 29 de outubro de 2011

BOLO DE AIPIM

O bolo de hoje é super fácil de fazer. 
Atendendo ao pedido do Marido, que adora e é um formigão,  hoje foi dia de  


BOLO DE AIPIM


3 ovos
50grs de coco ralado
2 colheres de manteiga
300ml de leite frio
1 embalagem de mistura para bolo Renata, sabor Aipim






Modo de preparo:
Misture todos os ingredientes.
Bata por 4 minutos na batedeira.
Pre aqueça o forno a 180°C por 10 minutos.
Coloque em forma untada com manteiga e enfarinhada.











Para quem não conhece a marca, a mistura que usei é está aqui:







E o bolo ficou molhadinho,  muito bom e  com sorvete de chocolate ficou...hummmmm delicioso!



quarta-feira, 26 de outubro de 2011

APPEB - BRASILIA

Compartilho com vocês reportagem feita pelo SBT - Brasilia em 10 - Outubro - 2011 sobre a APPEB - Associação dos Parentes e Portadores de Epidermólise Bolhosa .


Todas as crianças que aparecem na reportagem: Fernanda, Thaís, Daniel, Elenilde e João foram apresentadas no projeto Love Quilts Brasil em 2010, e receberam lindos Acolchoados de Amor, preparados com muito carinho para elas, a entrega aconteceu em uma tarde muito especial e comovente de  Fevereiro de 2011, no HUB (Hospital Universitário de Brasilia) 


Para a Anna Carolina montamos um acolchoado especial, de borboletas roxas que foi entregue  em 2011.


Veja também: Marcha pela Saúde


Uma grande lição de vida!

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

RESULTADO DA ENQUETE

Primeiramente gostaria de agradecer a todas as pessoas que participaram da enquete QUAL  LAY-OUT ? (Referente a mensagem do dia 17 de Outubro.) Imaginei que mais voluntárias participariam, mas fico feliz que 31 pessoas, voluntárias ou não, responderam a pesquisa.


As opções para a montagem do Acolchoado da Maria Charliane eram:
E com 64% dos votos o Lay-Out escolhido foi o Nr. 4:
Prometi para  vocês, que após o encerramento da votação eu iria contar  qual era o meu preferido, então, lá vai... eu gostei mais do Lay-Out Nr. 3 (embora eu não tenha votado, já que o que interessava era receber a opinião de vocês). Caso eu não tivesse feito a pesquisa o acolchoado seria montado com ele.


Achei interessante receber os comentários e a opinião de vocês. É uma maneira de todas poderem participar também desta fase do planejamento da confecção do acolchoado.


Então agora mostro a vocês, todos os blocos no Design Wall:
Espero que tenham gostado de participar e principalmente que a Maria Charliane curta muito este acolchoado que será montado para ela com muito carinho e com a união de muitos pontinhos e muitas participações.
Mais uma vez obrigada a todos.

sábado, 22 de outubro de 2011

BOLO DE MAÇÃ

Hoje é Sábado. 
Sábado é dia de bolo!
E o bolo de hoje  é um dos bolos que minha mãe mais frequentemente  fazia quando eu era pequena.


BOLO DE MAÇÃ
2 xícaras (chá) de farinha de trigo
1 xícara (chá) de maisena
1 1/2 xícara (chá) de açúcar
1 1/2 colher (sopa) de manteiga
1 colher (sopa) de fermento
1 xícara (chá) de leite
2 ovos
1 colher (chá) de canela em pó
1 maçã fatiada


Modo de Fazer:


Bater bem a manteiga, o açúcar e as gemas.
Juntar, intercaladamente, a farinha peneirada, com o fermento e a maisena, com o leite.
Por ultimo juntar as claras em neve.
Colocar em uma forma com furo no meio.
Polvilhar as fatias de maçã com a canela e distribuí-las sobre a massa do bolo.
Levar a assar em forma untada e polvilhada com farinha.


Mesmo com as maçãs tendo escorregado para o fundo da forma, ficou muito saboroso e ainda  deixou um aroma delicioso na cozinha.

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

PONTO CRUZ E PATCHWORK


Esta semana estive trabalhando dando continuidade ao planejamento da apresentação das crianças de 2012 inscritas no LOVE QUILTS BRASIL. Algumas já foram apresentadas no site, e estamos com todo o material para apresentação das crianças  pronto. Logo-logo vocês irão conhecê-las  A Claudia Larosa tem sido uma voluntária dedicada e eficiente,  todas as atualizações do site tem sido feito por ela há já alguns anos. 

Sempre que temos blocos bordados em ponto cruz suficientes para atender a solicitação das crianças, elas são apresentadas com o acolchoado fechado para inscrições. Dessa forma a montagem do acolchoado é agilizada e as crianças recebem o acolchoado mais rapidamente, e isso é muito bom!

Outra etapa é a definição do lay-out de alguns acolchoados, quanto a utilização de qual jogo de blocos de patch e quais tecidos (cor e estampa) usar nas bordas e forro de cada um deles, além disso temos o bloco de assinatura  com o nome da criança que também precisa ser completado ou bordado. Fiquei varias horas esta semana estudando e decidindo sobre isto para vários acolchoados. 

Depois de vários meses sem pegar na agulha, para bordar,  bordei o nome nestes 3 blocos de assinatura:

Sinto tanta falta de bordar... ah como é gostoso passar um tempinho sentada na varanda e admirando a natureza, ouvindo os passarinhos cantando e bordando... que coisa boa! 

Algumas vezes não  temos blocos de patch que combinem com o tema solicitado pela criança, então nesses casos, será necessário montá-los.
Era o caso do acolchoado do ANDREI BRIENNE então o jeito era começar a estudar as possibilidades.

Como temos uma pequena sobra de tecido com estampa de bolas de futebol nas cores preto e branco, pensei em usá-lo.
Peguei todas as outras sobrinhas de tecidos preto e também do branco e até decidi o que ficaria legal, pensei em fazer um bloco Snowball, parecido com o que fiz para a almofada do Kauê em 2010, porem com a bola em listras de tecido preto e preto com branco colocando no centro o tecido com estampa de bolas, mas ai não havia tecidos brancos idênticos suficientes para completar um jogo...oh tristeza...ficaria tão legal... fui obrigada a descartar essa possibilidade.


Dai lembrei de uns retalhos que certa vez foram doados  ao projeto. Comecei a brincar com os tecidos de bolinhas pretas no branco e bolinhas brancas no preto. 
São retalhos irregulares, alguns quadrados outros retangulares e outros ainda de forma indefinida, e todos cortados com aquela tesoura de picote zig-zag.

Comecei juntando 2 a 2 e depois fiz um Four patch com eles, mas acabei caindo no mesmo problema anterior, faltaria tecidos idênticos para fazer as bordas desse Four Patch... e nem montando um Four Patch duplo daria.

Contei mais retalhinhos e como a quantidade seria suficiente decidi que a melhor modo para aproveitá-los seria realmente fazendo um Nine-Patch com algum tipo de moldura.

Enquanto ia unindo estes pequenos retalhos fiquei pensando no trabalho que as primeiras artesãs na arte de unir retalhos tiveram. Hoje em dia é muito mais prático. Cortamos tecidos inteiros usando régua, tapete de corte e cortador circular, mas as pioneiras fizeram trabalhos maravilhosos unindo retalhinhos e muitos foram costurados a mão. Tirei meu chapéu para elas. Levei pelo menos o dobro do tempo para conseguir montar os blocos depois de tudo definido em relação a montagem em sí.  

Acredito que tenha valido a pena. Retalhos foram aproveitados e o bloco me parece bem interessante. Concordam?

Para o acolchoado do ANDREI BRIENNE, mais esta etapa pronta! Agora é torcer para que ele curta muito o Acolchoado de Amor que será montado para ele. O resultado final saberemos quando a entrega do acolchoado dele for feita.

LEMBRETE - aproveito para lembrar que até o próximo domingo dia 23  está aberta a enquete para escolha de um lay-out para o Acolchoado de Amor da MARIA CHARLIANE. Se você ainda não votou, vote. A enquete estará disponível,  até às 18:00hs. Saiba mais sobre isto lendo a postagem 
de 17-Outubro-2011 Dê sua opinião!

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

SAUDADES DE SENNA

Há 20 anos atrás, Ayrton Senna conquistava o tricampeonato de Formula 1.
É de arrepiar! Ainda hoje me emociono...
(mesmo com todo o falatório do Galvão). 
Vale a pena lembrar! 
GP do Japão 20 de Outubro de 1991

Para sempre o MELHOR!  

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

QUAL LAY-OUT?


 Semana passada  fiquei estudando uma maneira de completar um jogo de patch que a voluntária Claudia A. fez com 7 blocos, e que justamente por esse motivo ainda não haviam sido utilizados, já que para o LOVE QUILTS BRASIL o ideal é que os jogos tenham 13 blocos.


Esbarrei em alguns probleminhas, que não permitiram que os blocos fossem feitos de imediato. Isso pode ser desanimador, principalmente quando se tem um monte de coisas para fazer. Fica dando aquela impressão que o trabalho não deslancha...

Os poucos retalhos que havia com a mesma estampa e cores (branco com poás vermelhos) não eram suficientes para permitirem fazer outros 6 blocos idênticos. 

O que eu poderia fazer?

Mexe daqui, mede dali e resolvi usar um tecido  recém comprado com a cor invertida (vermelho com poás brancos), e que será usado nas bordas do acolchoado, mas esse tecido  ainda precisava ser lavado. 


Enquanto ele ficou de molho para retirar a goma e checar se iria soltar alguma tinta, fui adiantando o expediente,  cortando as partes do tecido branco para serem usados nos blocos.


No dia seguinte preparei as demais partes e que bom que não desanimei. Montei os 6 blocos e agora temos 13 blocos para a montagem do acolchoado da Maria Charliane, criança de 2012.


Agora queria a opinião de vocês em relação a distribuição dos blocos no acolchoado. Claro que eu já tenho um lay-out preferido, mas vamos ver se teremos ou não a mesma opinião. No final da pesquisa prometo revelar qual o que gosto mais.

Nos esquemas abaixo, estão somente os blocos de patch com as bordas, os blocos em branco serão preenchidos com os blocos bordados em ponto cruz e que estão na galeria dela, se quiser ver, clique AQUI. Lembrando que 1 dos blocos feitos pela Claudia A será utilizado na almofada.
Clique na foto para melhor visualização

Qual das 4 montagens é a sua preferida? Dê usa opinião.
Ou participe da enquete que estará aberta para votação até dia 23/Outubro/2011 as 18hs (Horário de Brasília), na barra lateral aqui do blog.
O Lay-Out mais votado será utilizado na confecção do acolchoado da Maria Charliane.
Obrigada.

domingo, 16 de outubro de 2011

BOLO PETELECO

Ontem tive problemas de conexão com a internet, choveu muito por aqui, estávamos precisando de água, mas ai a transmissão via rádio primeiro ficou instável e depois parou de vez. 
Então vamos lá.
Esta receita também é do caderno de receitas da Tia Esther, com uma observação que a receita foi passada pra ela pela  prima Arlete. 
Trata-se de uma receita tradicional em família, já que a Tia Esther era irmã do meu pai e a Arlete é filha da irmã da minha mãe. 
E ontem que foi dia de bolo, fez o maior sucesso aqui em casa!



BOLO PETELECO

3 xíc. (chá) de farinha de trigo
3 xíc . (chá) de açúcar
1 xíc. (chá) de chocolate em pó
1 xíc. (chá) de óleo
2 ovos
1 colher (chá) de fermento em pó
1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
½ colher (chá) de sal
2 xíc. (chá) de água

Modo de Fazer:
Misturar o açúcar, os ovos e o óleo e bater bem.
Acrescentar os demais ingredientes, alternando lentamente com a água.
Asse em assadeira untada em forno moderado.

OBS: A massa fica mais líquida do que o normal

Cobertura fria para  Bolo:
8 colheres (sopa)  rasas de açúcar
2 colheres (sopa) de chocolate em pó
4 colheres (sopa) de leite
1 colher (sopa) de manteiga

Misture tudo bem.
Com uma colher de sopa espalhe a cobertura sobre o bolo assim que  o retirar do forno.
Coloque novamente no forno quente desligado, deixe até secar a cobertura.

OBS: Esta cobertura vai bem com qualquer bolo simples.

sábado, 15 de outubro de 2011

RECICLANDO

Esta cadeira espreguiçadeira "vintage" estava com 2 das madeiras do encosto trincadas, foi recuperada pelo Douglas, que adaptou 1 cabo de vassoura e fez a substituição. 
Depois do serviço de marcenaria, ela ainda passou por um processo total de pintura e para completar fiz as almofadinhas do encosto e a do acento utilizando pequenos retângulos de tecido de estofamento que pertenciam a um mostruário de tecidos.
Dessa forma ela foi totalmente reciclada e está pronta e toda charmosa para ser utilizada de forma confortável.
Colocada sob a sombra de uma das árvores do quintal fica ideal para ler um livro ou bordar. 
Adorei.

sábado, 8 de outubro de 2011

BOLO MÁRMORE

Não tô acreditando que o sábado já chegou! 
Credo, parece que o tempo está voando cada vez mais, logo vai atingir a velocidade luz. Socorro!!!
E eu não fiz nada... Melhor dizendo,  fazer eu fiz, um monte de coisas, mas nada palpável ou que eu possa mostrar aqui...que coisa!


Enfim o sábado chegou e hoje é dia de bolo.
Esta receita é da Nair, trabalhávamos na mesma empresa e ela sempre levava bolo para as secretárias na 2a. feira, ela saiu da empresa antes de mim e depois que me aposentei, nunca mais tive notícias dela...saudades... 
Nair, comi uma fatia em sua homenagem hoje! 


BOLO MÁRMORE
3 colheres de manteiga
3 copos de farinha de trigo
2 copos de leite
3 ovos
2 1/2 copos de açúcar
1 copo de chocolate em pó
2 colheres (sopa) de fermento em pó
Modo de fazer:
Bata as Claras em neve, reserve.
Coloque a gema, o açúcar e a manteiga em uma tigela e bata.
Acrescente a farinha e o leite, misture e bata novamente.
Adicione o fermento e as claras.
Coloque metade da massa na forma.
Na outra metade misture o chocolate em pó e bata bem.
Coloque a massa de chocolate sobre a massa branca.
Leve para assar, até que espertando um palito ele saia limpo.

domingo, 2 de outubro de 2011

CUCA DE BANANA

Ontem foi sábado. Foi dia de bolo.
Estou com uma gripe brava, congestão nasal, febre, pressão nos ouvidos, dor de cabeça, em resumo,  um caco rsrs.  Mesmo assim fiz o bolo, mas faltou coragem para sentar aqui e escrever e posso contar pra vocês que na assadeira agora restam somente 3 fatias...todos aqui em casa gostam , então lá vai a receita:


CUCA DE BANANA
1 ovo
1 xíc. (chá) de açúcar
2 1/2 xíc. (chá de farinha de trigo
2 colheres (sopa) de margarina
1 colher (sopa) de fermento 
1 1/2 xíc. (chá) de leite
cobertura:
6 bananas nanicas
1 colher (sopa) de canela em pó
1 colher (sopa) de açúcar


Modo de Fazer:
Junte em uma vasilha, o ovo, a margarina, o açúcar, a farinha e 1 xíc. de leite.
Bata bem.
Dissolva o fermento no restante do leite.
Misture tudo, muito bem.
Despeje em assadeira retangular untada e polvilhada com farinha de trigo.
Corte as bananas em fatias e coloque sobre a massa
Cubra, espalhando, a canela e o açúcar 
Leve ao forno médio por aproximadamente 30 minutos.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...