quarta-feira, 30 de abril de 2014

Blocos em Patchwork

Esta semana montei 2 jogos de blocos em patchwork para as crianças do Love Quilts Brasil. Ambos aproveitando pequenas sobras de retalhos de tecidos temáticos que já foram utilizados em outros Acolchoados de Amor.

Quando estava com todas as partes cortadas e prontas para costurar no jogo com o tecido com a estampa da Sunbonnet, percebi que talvez a montagem ficaria melhor no quilt se as unidades com tecidos neutros fossem costurados invertidos.

Vejam nesta montagem que fiz utilizando 1 bloco de ponto cruz bordado pela voluntária Mara:
sendo a idéia inicial a versão 1 e idéia posterior a versão 2.

Fiz  então uma enquete no grupo do Love Quilts Brasil no Facebook, para que as voluntárias opinassem sobre qual das 2 montagens ficaria melhor. E por uma pequena diferença a montagem do bloco 2 venceu. 


Aqui esta o jogo de patch pronto para ser usado no Acolchoado de Amor da HANNA. Quando ele ficar pronto vamos conferir o resultado final.



Enquanto aguardava a decisão da enquete, aproveitei que já tinha outro jogo com suas unidades cortadas e costurei mais um jogo de patchwork para o projeto. Este, com o tema náutico, será usado no Acolchoado de Amor do JOSÉ MOZART.

Unir retalhos para fazer crianças com graves problemas de saúde sorrir não tem preço. 

sábado, 26 de abril de 2014

Outros 2 acolchoados ficaram prontos

Mais dois Acolchoado de Amor ficaram pronto para o projeto Love Quilts Brasil.









Este é o verso do acolchoado da ANA BEATRIZ:











E este é o verso do acolchoado da outra ANA BEATRIZ

Notem que para o forro deste quilt usei 2 tecidos , o tecido da faixa central é diferente.  

Com dois cortes menores de tecidos foi possível montar o forro. Que ótimo aproveitamento de tecidos!!!




Estes dois quilts foram  costurados e todo o quilting central foi feito na Elgin Futura. Para o quilting das bordas optei por usar a Brother CS6000i usando o ponto decorativo serpentina .

Espero em breve poder mostrar a vocês a frente destes quilts. (quando eles forem entregues).  
Nas fotos abaixo os acolchoados da Ana Beatriz, Victória (do qual já falei AQUI) e Ana Beatriz:

Por enquanto estes são os "3 doces" que tenho para adoçar a curiosidade de vocês:
Acolchoados de Amor da Ana Beatriz, Victória e Ana Beatriz
estão embalados e prontos para serem colocados na caixa que os levará para o Rio de Janeiro.






Aproveito também mostrar para vocês alguns jogos de patchwork que  montei para o projeto e que são exemplos de aproveitamento de pequenos retalhos.

Quer conhecer melhor o projeto
Love Quilts Brasil
Visite o site oficial clicando AQUI.

domingo, 13 de abril de 2014

Máquina de Costura ELGIN FUTURA

No início de 1983 ganhei da minha mãe esta máquina de costura. 
Presente surpresa de Casamento. 
Por vários anos eu não compreendi o motivo de minha mãe ter escolhido uma Máquina de Costura para me presentear. Lembro bem dela me dizer: "Toda mulher deve ter uma."  Mas até aquela época eu e  uma máquina de costura éramos seres de diferentes planetas. Sem nenhuma afinidade.

Minha mãe fazia bom uso da dela, uma Mercury preta, com decalques lindos. Sem nunca ter feito um curso de corte e costura ela fazia camisas, calças e vestidos para a família. 
Passei a minha infância e juventude vendo-a pedalar a Mercury. Ainda criança lembro que algumas vezes ela me dava retalhos de tecidos só para que eu "brincasse" de costurar como ela costurava, como eu não alcançasse o pedal, ficava só girando o volante e me sentindo o máximo. Porém quando eu tinha uns 13 anos entrei num curso de corte e costura, que rendeu apenas a confecção de uma saia reta e desisti do curso. Corte e Costura não era a minha praia.
Eu ganhei a ELGIN FUTURA e ela ficou muitos anos guardada dentro do maleiro do guarda-roupas. 
Acolchoado de Amor do "anjinho" Luca

Eu realmente só fui me interessar por costura quando a necessidade chegou. Mas não, não foi para costurar e confeccionar roupas.
Em 2002 para aprender como montar o primeiro Acolchoado de Amor do  Love Quilts Brasil, fui fazer um curso de Patchwork e comecei a usar meu presente de casamento mais assiduamente, depois vieram outras máquinas: a Singer Bella, a Vigorelli que ganhei do meu irmão e cunhada, e a Brother.  Pena que minha mãe faleceu antes disso e não pode ver  as colchas e os blocos de patchwork que venho fazendo.

Esta semana tirei a ELGIN da caixa, fiz uma limpeza, lubrifiquei e a coloquei para funcionar novamente!
Elgin Futura trabalhando novamente

E o Acolchoado de Amor da Victória foi totalmente montado  com a ELGIN FUTURA!
Desculpem, mas por enquanto não posso mostrar a frente deste quilt, prometo que quando ele for entregue para a Victória eu mostro.

Bem, se toda mulher deveria ter uma, agora eu tenho 4 em uso.
E, quer saber... 30 anos depois, minha primeira máquina de costura continua funcionando como se tivesse sido fabricada ontem. Obrigada Mãe!

quinta-feira, 3 de abril de 2014

Como encher a bobina

Bobina? Canelinha? Carretilha?


Bobina  é esta pecinha  também conhecida como carretilha ou canelinha. Interessante não? Uma só peça com varias denominações.
Então vamos aprender como colocar a linha nela.

COMO ENCHER A BOBINA


1 - Solte o botão isolador do volante, para que a agulha não trabalhe.

2 - Encaixe a bobina no pino do dispositivo do enrolador de bobina.

3 - Abaixe a alavanca para que o anel de borracha encoste no volante. A bobina ficará presa pela alavanca que regula o enchimento da bobina.


4 - Passe a linha na ranhura frontal e no guia fio do enrolador de bobina, subindo agora em direção ao dispositivo do enrolador de bobina. 




5 - Passe o fio em um dos furinhos da bobina de dentro para fora. Segure com a mão essa sobra de linha. Movimente o volante com a outra mão e continue  com o pedal até encher a bobina. Corte o fio inicial rente a bobina caso ele não tenha sido cortado automaticamente enquanto a bobina estava sendo enchida.

6 - Retire a bobina do dispositivo e aperte o botão isolador do volante para a agulha voltar a funcionar.

OBS - Caso você tenha soltado o botão isolador do volante e mesmo assim a agulha continua trabalhando, será necessário limpar a engrenagem do volante.

1 - Solte a correia
2 - remova o parafuso do botão isolante
3 - retire o botão
4 - retire o volante
5 - passe um pano seco dentro
6 - recoloque as peças na mesma ordem

Outras partes do manual da Máquina de Costura Vigorelli poderão ser encontradas na Aba Superior - Máquinas de Costura.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...